sexta-feira, novembro 21, 2014

Estou passando pela fase de maior mudança na minha vida até agora: o fim do ensino médio. Nesse momento, se passa um turbilhão de sentimentos e pensamentos, que se misturam e se confundem com a razão e a emoção. A primeira e talvez maior dificuldade desse período é não ter a mínima certeza do que irá acontecer na minha vida ano que vem. Nos anos passados, eu tinha pelo menos uma certeza: teria que ir pra escola aprender sobre verbos e leis da física. Porém, agora eu ainda não sei em qual faculdade serei aceita, nem se é essa a profissão que quero seguir e nem se ao menos irei mesmo para a faculdade. Confuso, né? É exatamente isso que eu estou passando. Além desse fator, existe outro muito importante: a amizade. No mundo concorrido que vivemos hoje, amigos verdadeiros vêm se tornando cada vez mais raros e na escola dificilmente há alguma concorrência, o que na faculdade e no trabalho é algo comum, pois existem pessoas nesses locais que seguem ou irão seguir a mesma profissão que nós. Sem contar que, já parou pra lembrar de cada momento que passou com seus amigos na escola? Pois é, não vão voltar mais e a rotina de vocês tomarão rumos diferentes, o que tornará seus encontros cada vez menos frequentes. Enfim, até agora só citei os pontos negativos que se passam na minha cabeça, porém também acho que existem vários pontos positivos nessa grande mudança. O primeiro deles é o fato de que eu irei conhecer um novo mundo. Quando se é aluno, se vive guiado pelos professores e pais que sempre estão ao seu lado para tomar decisões por você, te auxiliar e proteger. Porém, nessa nova vida, eu terei que tomar minhas próprias decisões e aprender a me cuidar sozinha. Com isso, vou conhecer um mundo onde serei responsável por mim mesma e passarei a fazer coisas que antes eu não fazia, como pegar ônibus sozinha ou fazer minha própria janta, e até mesmo ir atrás de coisas como carteira de trabalho e matérias da faculdade sem ter o auxilio de alguém, o que me fará amadurecer muito. Além disso, eu vou começar a trabalhar ano que vem e poderei ter meu próprio dinheiro pra sair, comprar roupas e começar a pensar no meu intercâmbio sem depender do dinheiro dos meus pais, o que pra mim será ótimo porque amo ser independente. Bom, esse é só um resumo do que está se passando na minha vida nesses últimos meses e tenho certeza que na de várias garotas de 17 anos. Espero que vocês se identifiquem com isso e também me contem como é/foi essa fase pra vocês!


Veja também

0 comentários